Leques no Fundo de uma Cratera
NASA/JPL/Universidade do Arizona
Leques no Fundo de uma Cratera
PSP_007696_1720
Inglês  

twitter  •  google+  •  tumblr

FONDO
800
1024
1152
1280
1440
1600
1920
2048
2560

Esta imagem mostra um leque de sedimento no solo de uma grande cratera de impacto em Marte. O leque localiza-se na foz de um pequeno vale ao sul da imagem.

O vale foi provavelmente esculpido pela água subterrânea “solapante” (erodindo o canal acima através das inclinações minadas), e depositou este leque de material quando alcançou a amplo fundo da cratera. Isso deve ter formado um lago temporário dentro da cratera, dependendo da taxa de transporte e perda de água.

Vários degraus grossos no leque podem corresponder a camadas, e formam arcos ao redor da foz do vale. Há poucos indícios de camadas em pequena escala assim como aquelas observadas em alguns outros leques depositados em Marte, provavelmente indicando que este leque foi depositado sob diferentes condições ou as camadas não estão bem expostas.

A superfície atual tem muitas marcas de tons claros, de forma circular ou irregular. Em alguns casos estes parecem ser buracos rasos, mas muitos parecem nivelados com seu arredor. A explicação mais provável para isto é que eles são crateras de impacto antigas, a maioria das vezes erodidas e preenchidas com poeira. Marcas como esta devem ser também pedregulhos de um depósito de fluxo de detritos que depois se tornou rochas e erodiram – um efeito similar é observado em alguns megabrecia em Marte. Entretanto, o grande tamanho do algumas marcas (tanto como 25 metros), exigiria pedras muito grandes, tornando isso improvável.

Tradução: Milena Vieira de Carvalho
 
Data de aquisição:
18 março 2008

Hora de Marte:
2:59 PM

Latitude (geocêntrica):
-8°

Longitude (positiva a Leste):
213°

Altitude da nave espacial:
266 km

Escala original da imagem:
27 cm/pixel (com 1 x 1 binning) e objetos de 80 cm de lado são resolvidos

Escala projetada:
25 cm/pixel

Sistema de projeção:
Equirretangular (e o norte está localizado em alta)

Ângulo de visada:


Ângulo de fase:
50°

Ângulo zenital solar:
51°, e o Sol está localizado 39° acima do horizonte

Longitude solar:
47°, primavera do norte

JPEG
Branco e preto
projectado  sem projecção

Cor IRB:
projectado  sem projecção

Cor combinada IRB:
projectado

Cor combinada RGB:
projectado

Cor RGB:
sem projecção

JP2 PARA BAIXAR
Branco e preto:
projectado (412 MB)

Cor IRB:
projectado (181 MB)

JP2 EXTRAS
Branco e preto:
projectado
(179 MB)
,
sem projecção  (234 MB)

Cor IRB:
projectado  (51 MB)
sem projecção  (180 MB)

Cor combinada IRB:
projectado  (110 MB)

Cor combinada RGB:
projectado  (107 MB)

Cor RGB:
sem projecção  (178 MB)
3D
Projectado, resolução reduzida (PNG)
JP2 para baixar


ETIQUETAS PARA OS PRODUTOS
Branco e preto
Cor
Cor combinada IRB
Cor combinada RGB
Produtos EDR

NB
IRB: infravermelho–vermelho–azul
RGB: vermelho–verde–azul


PRODUTOS FOTOGRÁFICOS
“arraste e solte” para HiView o clique para baixar


POLÍTICA PARA AS IMAGEMS
Todas as imagens deste site não tem limitações de uso. Elas são livres para o público e os meios de communicação. Quando possível, por favor incluir este aviso:
Imagem: NASA/JPL/University of Arizona


ADENDO
O Jet Propulsion Laboratory da NASA consegue a sonda MRO. A câmera foi construída pelo Ball Aerospace & Technologies Corp., e seu funcionamento é realizado pela Universidade do Arizona.